Depressão não é fraqueza, Boninho

Tamires é uma mulher amável, mãe e simpática. Dentro da casa do Big Brother Brasil 15, não tinha inimigos, todo mundo gostava dela. Mas as coisas passaram a desandar quando Tamires passou a demonstrar que possui distúrbios alimentares.

tamires-bbb-15

Era frequente Tamires ficar nervosa, comer compulsivamente e depois passar mal. A crise de choro era certa, a participante se sentia culpada e frustrada por não conseguir superar sozinha o distúrbio. O ritual passou a ser frequente e Tamires ficou com a fama de chorona.

Poucos brothers entenderam a gravidade dos problemas que Tamires enfrentava. Alguns tiravam sarro na frente da moça. Luan se tornou uma espécie de fiscal da boca alheia, sabia quantas vezes Tamires havia repetido as refeições e contava isso para os amigos. Na realidade, Luan é o grande fiscal das mulheres na atual edição do programa. Além de controlar a boca de Tamires, sabia quantas vezes Amanda olhou para Fernando. A única coisa que o brother não sabe fazer é controlar a própria língua.

O desespero de Tamires aumentou após a festa na madrugada de sexta-feira (6). Bêbado, Rafael investiu na participante. Insistiu no beijo, Tamires ponderou, fugiu, mas acabou beijando o rapaz que até dias anteriores estava num relacionamento com Talita, que saiu na última terça-feira (3).

O dia seguinte não foi só de ressaca, mas de culpa. Rafael, que não lembrava de nada do que aconteceu, ficou sabendo por outro participante que flertou com Tamires. Na conversa para confirmar o que rolou na noite anterior, o rapaz deu a entender que a culpa era de Tamires, que foi até o quarto onde ele estava deitado.

Tamires reclamou do que o brother disse a ela, e com o passar do tempo começou a ficar preocupada com o que pensariam do ocorrido. Ciente de que a culpa é sempre atribuída à mulher quando um homem trai sua parceira, Tamires ficou abalada. As crises de choro passaram a ocorrer com maior frequência, até que na madrugada do domingo (8) ameaçou se matar com uma faca caso não conseguisse sair do programa.  Após testar se a porta da casa estava realmente fechada, a jovem desabafou: “Não aguento mais, estou desesperada”.

O desespero ficou mais forte, Tamires disse que perdeu totalmente suas forças, arrumou a mala e se dirigiu ao confessionário ainda na tarde de domingo (8). Algum tempo após sua desistência, a voz de Boninho avisou que sair do Big Brother Brasil é fácil, e acrescentou que “quem sai é desistente, é perdedor. Quem foi eliminado lutou até o final. […] Quem quiser sair é super simples. É só colocar a malinha lá no confessionário e pum, morreu pra gente. […] Quem quiser sair, nenhum problema. Se a gente quiser colocar outra pessoa na casa também é fácil. A gente tem um bilhão de pessoas que querem entrar. Pensem nisso”.

Diferentemente do que afirma o diretor do programa, Tamires não é fraca. É uma mulher que enfrenta uma sociedade machista que impõe constantemente às mulheres um padrão de beleza cruel. Tamires não é fraca, resiste ao controle extremo de sua sexualidade e ao desafio constante de ser mulher. Não há problema nenhum em pedir para sair e cuidar de sua saúde.

Infelizmente, na nossa cultura machista acredita-se que apenas homens são fortes, não se quebram, não se abatem e não choram. Uma das coisas mais comuns que se ouve na psiquiatria, que homens costumam dizer, é que os problemas psiquiátricos, principalmente a depressão, são sinais de fraqueza.

A atitude da produção do reality show não é nenhuma surpresa, mas no Dia Internacional da Mulher, o Big Brother Brasil mostrou porque a data não é de festa. Tamires, vem cá, do lado de fora tem um montão de mulheres prontas para te abraçar.

Gostou do texto? Curta o Que nega é essa? no Facebook aqui.

FacebookTwitterPinterest

Aline Ramos, 26 anos é idealizadora do blog “Que nega é essa?, dedicado a discussões sobre feminismo, movimento negro e cultura. É assessora de comunicação do Programa Jovem Monitor/a Cultural pela Ação Educativa. Em 2015, foi indicada pela Revista Cláudia como uma das 30 mulheres com menos de 30 para ficar de olho, incluída na lista de mulheres inspiradoras do Think Olga no mesmo ano e considerada uma das mulheres negras mais influentes da web pelo Blogueiras Negras.

34 comentários em “Depressão não é fraqueza, Boninho

  1. MEU DEUS! Parabéns!!! Por esse belíssimo texto, por representar tão bem as mulheres! Você merece todos os parabéns do universo. A Tamires não merece nenhuma das palavras do diretor desse “programa” se ainda podemos considerar isso como um, porque pra mim, já deixou de ser um faz tempo! É impressionante como a população brasileira se presta a assistir algumas coisas, coisas como BBB que só serve pra mostrar sexo, mostrar somente o lado “negativo” ou exibicionista de uma mulher! Parabéns, novamente!

  2. Parabéns pelas belas palavras, poucas pessoas conseguem escrever de forma clara e objetiva um tema como este! Obrigada por defender essa classe tão humilhada e descriminada, vamos lutar e ter vez para ter um dias mais dignos de igualdade. Nós mulheres também podemos, nós mulheres PODEMOS!!!!

  3. Parabéna pelo texto, Aline. Infelizmente muita gente na nossa sociedade não entende que depressão é uma doença séria e que superá-la é muito difícil.
    A pessoa que vence uma depressão é uma das mais fortes de todas.

  4. Não lembro como vim parar aqui, só sei que foi muito bom isso ter acontecido RS
    Eu não assisti BBB, mas compreendi o que você quis passar e vi o vi do Boninho sendo indelicado. Não acho que ele esteja errado em dar um avio sobre saídas do programa, mas ele foi grosso sim, ainda mais sabendo do problema da menina. Enfim, amei seu texto e seu ponto de vista.

    Beijos

  5. Depois que li seu texto comecei a pensar nesse feriado do “dia da mulher” como uma fachada, igual ao dia da consciência negra.
    As mulheres, bem como os negros, não tiveram um passado fácil como o homem branco. Essas datas só servem para esconder um preconceito velado. Fachada pra dizer que não existe mais desigualdade, agora todos são reconhecidos, mas verdade o preconceito tá bem ali, escancarado!

  6. Concordo em partes com o texto. Pois se ela tem problemas com comida ou se tem filho, pra que entrou no programa? Pra segurar o lugar de outras milhoes que gostariam de entrar.

  7. Quanta bobagem!
    Usar uma passagem de uma pessoa como aquela, que é mãe e não tem maturidade alguma para lidar com ela mesma como vítima de uma sociedade machista? Esse tipo de pessoa (não atribuindo gênero) não me reapresenta de maneira alguma. Muito menos quem procura esse tipo de exposição como modo de alcançar algo na vida. Não esqueçam que esta mesma pessoa se converteu religiosamente por causa do casamento, o que já demonstrava nais ainda fraqueza de personalidade. Ela não merece nenhum tipo de vitimização. Que se dê mais atenção e consideração a mulheres que realmente representem algo, as que não tem voz, as que sofrem violência.. Essas sim merecem todo abraço do mundo, mais do que textos “bonitinhos” que rendam cliques.

    • Acho que não se trata apenas de textos bonitinhos, mas de um fato em que uma pessoa esta sofrendo é merece nossa solidariedade mesmo que ela seja culpada por isso. E quem já não cometeu erros como ela e depois se arrependeu e gostaria da solidariedade de alguém para continuar o caminho.

  8. Aline vc foi simplesmente brilhante em seu texto… Espero que muitas outras pessoas tenham acesso a ele e possam refletir sobre as diversas formas de julgamento desastrosos por conta de falta de conhecimento e informação. Parabéns!!!

  9. Estou completamente indignada com essa situação! Não acompanho o BBB porque na minha opinião é só esse tipo de coisa que o programa exprime: uma máquina incessante programada para sedimentar valores extremamente machistas e estereótipos criados para agradar aos olhos do homem. Sinceramente? A verdadeira fraqueza está em possuir um poder de manipulação gigante nas mãos e manipular a massa para o senso comum, criar robôs que não conseguem enxergar os problemas alheios….deprimente é imaginar quantas pessoas, quantas MULHERES, concordam com essas injustiças!
    efeitotranslucido.blogspot.com.br

  10. Quantos diagnósticos, hein!? acredito que é muito delicado arriscar uma análise abordando comportamentos e conceitos como “depressão”, “distúrbios alimentares”, “culpa”, “frustração”, “compulsividade”, “crises de choro” de forma tão simplista e determinista. Para mim o texto é tão taxativo e tendencioso quanto algumas críticas que busca fazer.

      • Aline, Concordo com todas as críticas que fez em seu texto!! Realmente vivemos em uma sociedade machista.. Mas acredito que temos outros tristes exemplos disso em nosso dia a dia.. Só não concordo que a saída de Tamires do Reality Show foi um desses… Por ter lido seu texto e assistir o Big Brother, te pergunto: você vê o programa?
        Se sim, desculpa, mas não foi o que pareceu!
        Se não, te entendo em como esses fatos parecem ser tudo o que você disse! Mas tente na próxima vez, limitar-se a escrever sobre o que tem propriedade para tal…

        Bjss de luz

  11. Choro,compulsões são sinais que vc não está bem ,ate que em fim vi um texto de vergonha que realmente ver o que acontece com pessoas pelo mundo todo, o idealismos de um corpo perfeito meche mundo com a cabeças da pessoas, mulheres querem emagrecer e ter abunda grande, homens querem ter um tanquinho e braços musculosos assim quando não conseguem ou se enchem de anabolizantes ou entram em algum tipo depressão . 🙁

  12. Infelizmente pessoas assim só aprendem com a vida, um dia quem sabe Deus irá lhe mostrar o que é passar por isso. Uma coisa eu digo: Esse mundo dá voltas e não importa o seu padrão social! Belíssimo texto! Se as pessoas se respeitassem, o mundo seria bem melhor. Cada um tem o seu livre arbítrio para fazer o que quer da vida, basta sentir-se bem! Beijos

  13. Justamente. E deu um diagnóstico. Uma análise incipiente com argumentos tão razoáveis, que esvaziam o próprio sentido do que está buscando fazer a crítica.
    Entendo que ocupar um espaço de formação de opinião envolve também uma certa dose de boa fundamentação, e mais responsabilidade e cuidado com as palavras.

  14. Verdade: realmente, só se baseando pelo o que vimos na tv e algumas informações dadas pela própria participante nas edições não dá pra se dar um diagnóstico, seja ele qual for. No entanto, pode-se afirmar que Tamires, ao menos, está com o humor deprimido sim (o que é bem diferente de depressão). Já a quem está colocando esta mulher como vítima, que mudou de religião pra se casar, que sempre desistiu dos seus objetivos, dizendo que ela é fraca por causa disso, etc., saiba que baixa autoestima é totalmente capaz de fazer tudo isso mesmo e coisas até piores. Como psicóloga, ainda posso afirmar que um sinal de boa saúde mental da participante foi o momento que ela consegue deixar a casa. Só sair não vai resolver seus problemas internos, é claro, mas eu não duvido que ela esteja melhor agora. E, neste momento, é isso o que importa.

  15. Não assisto.este programa acho perda de tempo,mas concordo com você, parabéns pelo texto..
    A emissora fala tanto em direitos e respeito às mulheres e o diretor me faz um papelão deste foi vergonhoso.
    Quanto a participante ela fez o que foi melhor para ela é tem todo direto ,parabéns.

  16. Eu acompanho o programa, então acompanhei toda a trajetória da Tamires e concordo em gênero, número e grau com o post! Desde sempre percebeu-se que ela descontava muito na comida, e aí vinha a culpa por ter engordado, o que não ajudava com os demais participantes apontando o dedo e rindo. Mas acredito que de fato o cúmulo tenha sido essa história com o Rafael. Pelo que acompanhei, foi ELE que tomou a iniciativa de ficar puxando ela, flertando, até o beijo em questão. Mas aí no outro dia falou que não lembrava de nada e ainda colocou a culpa nela, o que só me enervou, pois maaaais uma vez reforça o preconceito machista e a culpabilização da mulher. Não necessariamente ela tenha zero culpa no cartório, mas foi algo feito pelos DOIS, não só por ela. E aí, justamente por se sentir culpada e pelo medo do julgamento da sociedade, o que com certeza acontece pq vemos aí todos os dias, ela acabou desistindo. Uma pena, pois acredito que ela tinha grandes chances de ganhar o prêmio, mas ao mesmo tempo, a admiro, pois ela priorizou sua saúde e integridade física e moral em detrimento do dinheiro. Isso não é fraqueza MESMO.

  17. Realmente a fala de Boninho foi inoportuna e desagradável. Entrar e sair faz parte. Ou não????? Ninguém pode ser detido em um lugar a não ser por sua própria vontade. Sei que existem compromissos a serem cumpridos pelos brothers, mas haverá sempre a predominância do direito de ir e de vir. Tamires passou por um processo emocional . É uma pessoa sensível com uma filha pequena. Completamente compreensível.. Inadequado e grosseiro a colocação do representante da Globo.

  18. A depressão é uma das piores doenças psicológicas que existem, infelizmente pessoas próximas não acabam levando muito a sério este tipo de doença, pensam que são pensamentos inúteis, quando na verdade se trata de um problema extremamente sério, as pessoas que tem depressão geralmente moram em grandes cidades, devido a todo o estresse que existe, transito, trabalho e com isso tendo uma péssima qualidade de vida, veja aqui as melhores dicas para sair da depressão: infelizmente a depressão é uma doença que afeta muitas pessoas em todo mundo, seja por motivos pessoais ou profissionais, quando uma pessoa está nesse estado é preciso ter muita atenção, ois quando se trata de depressão a coisa é muita séria e de fato pode piorar,confira aqui as melhores dicas para sair da depressão:http://dicasparasaudeebemestar.com.br/como-sair-da-depressao/, tenho como objetivo ajudar diversas pessoas que se encontram neste problema, só quem sabe quem esta dentro desse inferno que é a depressão. excelente matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.